"Armadilha para Turistas" no YouTube



Finalmente está disponível online , no YouTube, meu primeiro curta-metragem de animação: "Armadilha para Turistas" (2002). Basta clicar na figura para assistir.

O filme foi realizado (sem nehuma verba) no fim de 2001/ começo de 2002. Eu trabalhava então há alguns anos na produtora Vetor Zero, de São Paulo, e fazia um pouco de um monte de coisas legais - mas sentia uma grande necessidade de praticar mais animação de personagens. Tive então a idéia de fazer um curta-metragem nas minhas horas vagas, para cobrir essa lacuna.

Pedi permissão para meu chefe na época, Alceu Baptistão, e ele consentiu que eu utilizasse as máquinas e programas da Vetor, desde que aquilo não interferisse no meu trabalho diário, e nem atrapalhasse na produção.

Durante o ano seguinte minha rotina foi trabalhar muito nas minhas funções regulares da Vetor , e quando possível me dedicar ao "Armadilha". Era normal eu trabalhar até umas 22, 23 horas em um comercial de TV, e depois que o trabalho estava pronto ou renderizando esticar até uma 3 da manhã para adiantar os modelos e animações do meu filme. Também passei um MONTE de fins de semana trabalhando nisso (minha vida social , que já não era grande coisa, passou a ser não-existente! No pain, no gain! rs).

Como não tinha nenhuma grana, não pude pedir ajuda de ninguém. Mas mesmo assim, alguns grandes colegas ofereceram-se para ajudar , e a ajuda foi muito bem vinda. Karlinha, Marisa, Maurício, Guga, Paulo... eles foram uma equipe muito mais talentosa que eu poderia sonhar naquelas condições, e me ajudaram muito.

Graças a todo esse esforço, o "Armadilha" ficou pronto, e naquele ano nós ganhamos alguns prêmios (o que foi totalmente surpreendente, mas muito gratificante). Entre eles, "Armadilha para Turistas" ficou em segundo lugar no Anima Mundi - acho que nada mal para uma primeira vez.

Bem, é basicamente isso. Aqui está o "Armadilha para Turistas" para vocês verem. É claro que há muitas coisas que faríamos de maneira diferente hoje em dia (ainda bem!), mas o filme é ainda motivo de satisfação e orgulho para mim...

... pois claro, é o primogênito!